Sociedade

12 pessoas em tribunal por falsificar moeda

Um grupo de 12 elementos, dos quais cinco efectivos da Polícia Nacional, envolvidos nos crimes de falsificação e circulação de 670 mil dólares, estão a ser julgados, desde terça-feira, em Ondjiva, Cunene, pelo Tribunal de Comarca do Cuanhama.

25/02/2021  Última atualização 17H00
Polícia Nacional, envolvidos nos crimes de falsificação © Fotografia por: DR
De acordo com o juiz assessor do processo, Pedro António, o caso veio a público, em Maio de 2020, mediante uma denúncia anónima, no qual estão envolvidos cinco agentes da Polícia Nacional, empresários, vendedores de divisas de rua e mediadores.
Pedro António disse que a investigação dos factos aconteceu no período de 1 de Janeiro a 31 de Maio de 2020, onde os acusados, com auxílio de dois cidadãos de nacionalidade namibiana, transportavam dólares americanos falsos da Namíbia para Angola, a fim de serem introduzidos nos bancos comerciais locais ou comercializados na rua.

O magistrado revelou que os indivíduos são ainda acusados de associação criminosa e agiam deliberada e conscientemente com a intenção de injectar mais de 670 mil dólares falsos no mercado nacional, enquanto decorriam as investigações.
Em posse dos acusados foram apreendidas várias quantidades de notas de dólares americanos e 500 mil kwanzas, telemóveis e uma máquina de contagem de dinheiro. O magistrado do Ministério Público disse que os indivíduos estão sujeitos a penas que vão de um a nove anos de prisão, dependendo do grau de participação de cada um dos implicados.

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política