Regiões

600 cabeças de gado bovino roubadas em quatro meses

Mais de 600 cabeças de gado foram roubadas em várias regiões da província da Huíla desde Outubro do ano passado, revelou o porta-voz do Serviço de Investigação Criminal local (SIC), Sebastião Vika.

25/01/2021  Última atualização 20H53
© Fotografia por: DR
O responsável, que falava durante a apresentação de três cidadãos acusados de roubarem 12 cabeças de gado numa fazenda, no município da Chibia, disse que os municípios mais afectados por esta prática são  Gambos, Humpata, Quipungo, Matala, Caluquembe e Quilengues.
Graças a denúncias de populares, informou, foram recuperadas  400 cabeças de gado bovino, cuja maior parte foi restituída aos proprietários.

Sebastião Vika fez saber que a Polícia , no âmbito do seu  Programa de Combate ao Roubo de Gado catalogou os corredores percorridos pelos marginais e localizou os matadouros clandestinos e mercados de venda da carne de animais roubados.
No município da Chibia, pormenorizou ,  estão catalogados seis corredores usados pelos ladrões que levam o gado às províncias do Namibe e do Cunene, além das rotas para os municípios da província.

 A polícia, segundo Sebastião Vika tem trabalhado para localizar os promotores  do roubo. "As forças policiais estão empenhadas em localizar os mandantes, pois , é sua missão descobrir e desmantelar toda a cadeia envolvida no roubo de gado bovino”, disse.
Sebastião Vika sublinhou que muitas cabeças "são rapidamente abatidas e a carne comercializada em mercados emergentes nas comunidades,  bairros, comunas e municípios”.

Arão Martins | Lubango

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política