Mundo

África reclama cumprimento de promessas de financiamento das alterações climáticas

Vários líderes africanos reclamaram hoje terça-feira(6) o cumprimento da promessa dos países desenvolvidos de destinarem anualmente 100 mil milhões de dólares para financiar a adaptação e a mitigação dos efeitos das alterações climáticas no continente.

06/04/2021  Última atualização 18H02
© Fotografia por: DR
"Está na altura de os países desenvolvidos cumprirem as suas promessas de destinar, anualmente, 100 mil milhões de dólares (84,38 mil milhões de euros) ao financiamento climático", defendeu o presidente do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), Akinwumi Adesina.

O responsável falava nesta terça feira (6) durante uma iniciativa que reuniu responsáveis de instituições financeiras, como o BAD ou o FMI, chefes de Estado de vários países africanos e o secretário-geral das Nações Unidas, entre outras personalidades.

A iniciativa, organizada pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e pelo Centro Global de Adaptação (GCA), visou debater as experiências de luta contra a covid-19 e as alterações climáticas, bem como discutir a importância de aumentar e acelerar a adaptação às alterações climáticas em África.

Adesina lembrou os compromissos assumidos pelos países desenvolvidos na cimeira de Paris sobre o clima, citando dados do Fundo Monetário Internacional (FMI), que estima que os custos da adaptação climática em África atingirão os 50 mil milhões de dólares (42,19 mil milhões de euros) anuais em 2040

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política