Coronavírus

Anciã andou quase 10 Km na neve para levar vacina

Fran Goldman estava bastante determinada para levar a vacina contra a Covid-19, tão determinada que andou mais de nove quilómetros na neve para conseguir chegar a tempo.

22/02/2021  Última atualização 10H12
Fran Goldman © Fotografia por: DR
A mulher, que vive em Seattle, contou à CNN que tinha tentado fazer a marcação desde que a vacina tinha ficado disponível no estado norte-americano de Washington.
Já tinha tentado por várias vezes, juntamente com a filha, mas sempre sem sucesso, Finalmente, conseguiu uma vaga num hospital infantil, para domingo, dia 14 de Fevereiro. Mas havia um problema.

"Havia previsão de neve e algumas das clínicas estavam a adiar as marcações até ao final da semana", recordou. "Acordei no sábado e havia neve com cerca de 15 a 20 centímetros de altura, mas continuei a ver se o sítio onde ia ainda estava aberto ou não", acrescentou.
Sem notícias em contrário, Fran começou a planear como iria chegar a tempo de levar a vacina - a cerca de 10 quilómetros de distância de  casa - tendo em conta as condições meteorológicas. A entrada de casa estava tapada por neve, vários carros já tinham tentado passar, mas sem sucesso, por isso sabia que conduzir ou ir de Uber não seria uma opção.

"Finalmente tinha conseguido uma vaga e queria mantê-la", assumiu Fran, que diz ter pensado que em dia de neve o autocarro também não ia manter os horários certos e que por isso era também uma opção a descartar. "Bem, vou a pé", pensou.
Na manhã de domingo, saiu de casa pouco depois das 8h00 e demorou uma hora e cinco minutos a chegar ao local - mas conseguiu, pois a consulta era às 9h10. Segundo contou, a caminhada foi bastante bonita e calma.
Depois de levar a primeira dose da vacina que tanto almejava, voltou a pé para casa. "Como cidadã, sinto que é importante para todos criarmos imunidade para que possamos voltar à nossa vida como era ou pelo menos de forma parecida", rematou.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política