Sociedade

Angola regista mais quatro mortes e 84 novas infecções

As autoridades sanitárias do país anunciaram, ontem, mais quatro óbitos de Covid-19 e 84 novas infecções, uma subida em relação ao dia anterior, quando foram registados 82 casos.

22/01/2021  Última atualização 08H45
© Fotografia por: Vigas da Purificação | Edições Novembro
De acordo com o Boletim Epidemiológico da Direcção Nacional de Saúde Pública (DNSP), as mortes foram notificadas nas províncias de Luanda, com duas, e igual número no Huambo. O número de mortes subiu para 448 em todo o território nacional.
Quanto às 84 novas infecções, 36 foram registadas em Luanda, 23 no Huambo, sete no Zaire, cinco em Benguela, igual número no Bié, três em Cabinda, dois no Moxico, Huíla, Lunda-Sul e Uíge com um caso cada.Entre os infectados, encontram-se 45 do sexo masculino e 39 do sexo feminino, com idades entre seis meses e os 73 anos. Assim sendo, sobe para 19.177 o número de casos confirmados desde o início da pandemia no país.
255 recuperados 

Nas últimas 24 horas, 255 pessoas recuperaram da Covid-19, das quais 130 em Luanda, 39 no Zaire, 29 no Cuanza-Norte, 13 na Lunda-Norte, igual número no Uíge, dez no Huambo, sete no Cuanza-Sul, cinco no Cunene, igual número na Lunda-Sul, três na Huíla e um no Bengo.As idades variam entre um e 78 anos. Entretanto, o número de pessoas dadas como recuperadas em Angola é agora de 17.176, desde que surgiram os primeiros casos positivos da doença.

Há também a destacar a existência de 1.553 casos activos, sendo seis  em estado crítico, 10 graves, 89 moderados, 105 leves e 1.343  assintomáticos.Além do total de 211 doentes internados nos centros de tratamento em todo país, mais de dois mil cidadãos estão a ser vigiados do ponto de vista epidemiológico pelas autoridades sanitárias.Ainda ontem, foram processadas 2.850 amostras por RT-PCR. O cumulativo até à data sobe para 334.309 amostras já processadas, cuja taxa de positividade aponta para 5,6 por cento.
Controlo sanitário
A nível das fronteiras, foram realizados 817 testes rápidos serológicos, destes, 701 são do sexo masculino e 116 do sexo feminino. Após os exames, 34 pessoas foram reactivas.Deste número, 22 tiveram o biomarcador IGG, sete IGM e cinco a combinação IGG/IGM. Após a testagem à base do antigéneo, não foi encontrado nenhum caso positivo.

Xavier António

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política