Economia

Aviões do tipo Boeing 777 da TAAG intactos

Os aviões do tipo Boeing 777 da frota da Transportadora Aérea Angolana (TAAG) não estão afectados pela avaria identificada, no último fim-de-semana, em vários modelos do fabricante norte-americana da mesma linha, que obrigou a um "recall" e o impedimento de qualquer voo com os referidos aparelhos nos Estados Unidos e alguns países da Europa.

23/02/2021  Última atualização 10H24
Aviões do tipo Boeing 777 da frota da Transportadora Aérea Angolana © Fotografia por: DR
Conforme garantiu o porta-voz da companhia angolana de bandeira, Carlos Vicente, os oito "Triple 7” da TAAG, dos quais cinco 777-300 e três 777-200 não estão abrangidos nem se identificou nenhuma anomalia nos respectivos motores, que forçassem a paralisação dos aviões.
Um comunicado da Boeing, de ontem, deu conta de que a fabricante norte-americano recomendou a imobilização de 128 aviões do modelo 777 que se encontram em serviço ou armazenados, um dia após um incêndio no motor de um aparelho em pleno voo, no estado do Colorado.

"Enquanto a investigação das autoridades está em curso, recomendamos suspender as operações dos 69 aviões 777 em serviço e dos 59 em armazém com motores Pratt & Whitney 4000-112”, disse a empresa em comunicado.
No sábado, um Boeing 777-220 da companhia norte-americana United Airlines, que descolou de Denver, Colorado, com destino a Honolulu, no Hawai, com 231 passageiros e 10 membros da tripulação a bordo, foi forçado a regressar ao aeroporto de onde partiu, depois de o motor direito se incendiar em pleno voo.

Dados maias recentes dão conta de que a TAAG atende, até ao momento, mais de 12 destinos domésticos e vários internacionais, em África, na América do Sul, do Caribe, na Europa e na Ásia, com uma frota de doze aviões, sendo 4 do tipo 737-700, cinco 777-300 e três 777-200. Os aparelhos usados pela TAAG são do tipo B777-300ER, motor GE90-115; B777-200ER, motor GE90-94b e o B737-700, motor CFM56-7B.

Isaque Lourenço

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política