Desporto

Basquetebol: Sucessor de Hélder Martins é conhecido no final da tarde

O sucessor de Hélder Martins da Cruz “Maneda”, na presidência da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), vai ser conhecido hoje, quando os associados de todos os círculos provinciais exercerem o direito de voto que termina às 12 horas, para o ciclo olímpico 2020/24.

22/11/2020  Última atualização 05H00
Família do basquetebol está expectante quanto ao futuro da modalidade em outras mãos © Fotografia por: João Gomes |Edições Novembro
 Três concorrentes estão na corrida ao cadeirão máximo do órgão reitor da modalidade no país, nomeadamente, José Moniz da Silva, líder da lista A, Armando Filipe da Conceição Dala "Dokas” (B) e Manuel Moreira, representante da lista C.

 O pleito eleitoral desta manhã está a ser aguardado com bastante expectativa no seio da família da "bola ao cesto”, já que visa suprir uma brecha aberta depois que Hélder Martins da Cruz "Maneda”  demitiu-se do cargo de presidente de uma das federações mais tituladas do país, alegadamente, por falta de apoios e pressão da comunicação social.

 Depois da "agitação” que se verificou por parte dos candidatos, na busca do tão precioso voto, junto do eleitorado, ontem, o dia foi reservado para a habitual reflexão, que antecede o período de eleição propriamente dito.
Hoje, os eleitores de todos os círculos provinciais vão seguramente depositar o voto no programa do candidato, que terá a árdua missão de colocar a modalidade nos carris.

O estado "moribundo” em que se encontra a disciplina motivou os três candidatos a concorrerem para o pleito de hoje.
 Reorganizar administrativa e financeiramente a FAB, passa a ser um dos principais objectivos do futuro homem forte da Federação Angolana de Basquetebol. De acordo com o calendário eleitoral, os resultados definitivos do sufrágio serão divulgados a meio da tarde de hoje (15h00).

 A província de Luanda constitui a maior praça eleitoral, com quinze (15) votantes, sendo doze (12) clubes e três associações, seguido de Benguela, com cinco eleitores (quatro clubes e uma associação).
 Eis como está constituída a população votante:   Petro de Luanda, Atlético Sport Aviação (ASA), 1º de Agosto, Kilamba, Marinha de Guerra, Ferroviário, Formiguinhas do Cazenga, Escorpiões da Boa Fé de Viana, Vila, Interclube, Banca, Maculusso, Académica de Malanje, Heja do Lubango, Sport Lubango e Benfica, Petro do Huambo, Sporting do Bié, Casa do Pessoal do Porto do Lobito, Escola Piaget, Amigos do Basquetebol, Académica do Lobito, associações provinciais de Benguela, Cuanza Sul, Huíla, Luanda, Malanje e Namibe, respectivamente.

 Fazem ainda parte da população votante a Associação Nacional de Treinadores de Basquetebol de Angola (ANTBA) e Associação Nacional de Juízes de Basquetebol de Angola (ANJBA).


Cagi espera que se eleja o melhor


Carlos Teixeira "Cagi”, antigo presidente da FAB, deseja que o futuro homem forte do órgão reitor da modalidade no país consiga expandir a disciplina em todo o território nacional para além de regressar aos palcos mundiais com exibições de encher os olhos.

 Em declarações ao Jornal de Angola, via redes sociais, o antigo presidente da Federação Angolana de Basquetebol, fez saber ainda que não tem qualquer preferência nas três figuras que concorrem para a sucessão de Hélder Martins da Cruz "Maneda”.

 "Não tenho qualquer preferência. Espero e desejo que o eleito faça com que o nosso basquetebol volte ao lugar que ocupava no desporto africano e mundial. Outra preocupação será o desenvolvimento da modalidade em todas as províncias e fomentar o desporto escolar como um dos suportes do desporto federado”, augurou Carlos Manuel Patrício Teixeira "Cagi”.

Melo Clemente

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política