Desporto

Campanha eleitoral na FAB encerra amanhã

A campanha eleitoral para a renovação de mandato na Federação Angolana de Basquetebol (FAB), visando o ciclo olímpico 2020/24, encerra amanhã, às 23h59 minutos, ao passo que o sufrágio está aprazado para domingo, dia 22. De acordo com o calendário eleitoral, sábado, está reservado à reflexão.

19/11/2020  Última atualização 19H33
Família do basquetebol está mobilizada para participar do pleito eleitoral de domingo © Fotografia por: DR
Depois de aproximadamente um mês de intenso trabalho por parte dos três aspirantes ao cadeirão máximo do órgão reitor da modalidade no país, junto da população votante, a expectativa aumenta, dado o aproximar da data das eleições. Apesar do novo normal que o mundo vive hoje, com a propagação da Covid-19, os candidatos à sucessão de Hélder Martins da Cruz "Maneda” na presidência da FAB, realizaram o périplo pelo interior do país, cumprindo, como é evidente, com os pressupostos da biossegurança.Em aproximadamente um mês, José Moniz da Silva, líder da lista A, Armando Filipe da Conceição Dala "Dokas” (B) e Manuel Moreira, representante da lista C, trabalharam de forma árdua junto dos eleitores que aguardam pelo dia "D”, a fim de depositarem o voto no programa que vai mudar o curso da modalidade da "bola ao cesto”, que, segundo os três aspirantes ao cargo de presidente da FAB, encontra-se em "coma profundo”.José Moniz da Silva, antigo vice-presidente para o basquetebol do Clube Central das Forças Armadas Angolanas Angolanas (1º de Agosto), e Armando Filipe da Conceição Dala "Dokas”, presidente demissionário da Associação Provincial de Basquetebol de Benguela (APBB), continuam a trabalhar na capital do país, Luanda, maior praça eleitoral, com quinze (15) dos vinte e nove (29 eleitores).Por seu turno, Manuel Moreira, que esteve a realizar o seu périplo pelo interior do país,  passando por Cuanza-Sul, Benguela, Huíla, Namibe, Huambo e Bié, regressou terça-feira  a Luanda. O antigo dirigente do Progresso Associação Sambizanga manteve contacto com os responsáveis máximos do Clube de Formação Desportiva Kwanza e Clube Desportivo O Maluculusso, na quarta-feira e, ontem, seguiu para a terra da Palanca Negra Gigante, Malanje, província que vai fechar o périplo do líder da lista C.Luanda constitui a maior praça eleitoral, com quinze (15) votantes, sendo doze (12) clubes e três associações, seguido de Benguela, com cinco eleitores (quatro clubes e uma associação). Eis como está constituída a população votante:   Petro de Luanda, Atlético Sport Aviação (ASA), 1º de Agosto, Kilamba, Marinha de Guerra, Ferroviário, Formiguinhas do Cazenga, Escorpiões da Boa Fé de Viana, Vila, Interclube, Banca, Maculusso, Académica de Malanje, Heja do Lubango, Sport Lubango e Benfica, Petro do Huambo, Sporting do Bié, Casa do Pessoal do Porto do Lobito, Escola Piaget, Amigos do Basquetebol, Académica do Lobito, associações provinciais de Benguela, Cuanza Sul, Huíla, Luanda, Malanje e Namibe, respectivamente. Fazem ainda parte da população votante a Associação Nacional de Treinadores de Basquetebol de Angola (ANTBA) e Associação Nacional de Juízes de Basquetebol de Angola (ANJBA).
Associação de Luanda reúne sexta-feira
A Associação Provincial de Basquetebol de Luanda (APBL) vai reunir-se, sexta-feira, a partir das 16h00, na sede do Grupo Desportivo da Banca, com os seus filiados, segundo apurou o Jornal de Angola junto de uma fonte próxima daquela instituição desportiva.A reunião de carácter extraordinária tem como ponto fulcral o pleito eleitoral na Federação Angolana de Basquetebol que acontece este domingo, dia 22. Carlos Júlio, presidente da APBL, e os seus colaboradores, pretendem aferir o sentido de voto dos filiados, quando restam pouco menos de 48 horas para o sufrágio que vai confirmar o sétimo presidente da FAB.A direcção da APBL vai ainda auscultar dos filiados sobre o arranque das provas provinciais referentes à época desportiva 2020/21, nomeadamente, campeonatos de iniciados, cadetes, juniores e seniores, em ambas as classes. Concorrem para o cadeirão da FAB José Moniz da Silva, Armando Filipe da Conceição Dala "Dokas” e Manuel Moreira, respectivamente. 

Melo Clemente

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política