Sociedade

Chuvas atrasam trabalhos de reabilitação da EN-230

As chuvas que caem regularmente na região Leste do país, sobretudo na cidade de Saurimo, capital da província da Lunda-Sul, condicionam os trabalhos de ampliação e reabilitação da Estrada Nacional 230, adjudicada às empresas Omatapalo e Mota-Engil.

27/02/2021  Última atualização 15H55
Há ainda muito trabalho por fazer na Estrada Nacional 230 © Fotografia por: DR
De acordo com o chefe da divisão do Instituto de Estradas de Angola (INEA), Rafael Mutemeca, depois do acto de consignação dos lotes Muamussanda/ Sapimbi (54,77 quilómetros), Sapimbi/Rio Tô (61 quilómetros), Rio Tô/Rio Peso (72 quilómetros), Rio Peso/ Saurimo (81 quilómetros), as brigadas registaram dificuldades em relação à Circular de Saurimo com uma extensão de 60 quilómetros, cujos trabalhos estão paralisados devido às alterações feitas no projecto.

Numa breve apresentação  da  execução física das obras, durante a segunda sessão ordinária do Governo Provincial da Lunda-Sul realizada, ontem, Rafael Mutemeca ressaltou que no mesmo bloco, a empreiteira prevê demolir 32 casas e 191 áreas de cultivo, para facilitar os trabalhos.
Apontou dificuldades de transporte de equipamentos e falta de combustível, como factores que contribuem no atraso da empreitada com um prazo de execução de 18 meses e que conta com 222 trabalhadores, na sua maioria locais.

Em relação à Estrada Nacional 180, Rafael Mutemeca explicou que esta empreitada, adjudicada à empresa Griner, em 2018, concluiu a construção da ponte sobre o rio Luachimo e a asfaltagem de alguns troços, na mesma via.
O governador provincial da Lunda-Sul, Daniel Neto, considerou que os assuntos abordados no encontro, visam melhorar as actividades desenvolvidas e das vias de comunicação, para facilitar a livre circulação de pessoas e mercadorias, o que exige o envolvimento de todos, a fim de satisfazer os anseios da população. Os 30 participantes à sessão, analisaram o processo de inscrição matricial de imóveis públicos e privados, pagamento de Imposto Predial, ponto de situação sobre os autocarros, estado do saneamento básico da província, funcionamento dos hospitais, e acções desenvolvidas no âmbito do financiamento de Eurobonds.

Kamuanga Júlia| Saurimo

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política