Desporto

Kabuscorp e Maquis disputam liderança

A terceira jornada do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola, começa a ser disputada esta tarde, em cinco estádios, com destaque para a partida que opõe o Kabuscorp do Palanca ao FC Bravos do Maquis.

09/03/2013  Última atualização 09H02
Rogério Tuti © Fotografia por: Equipa do Palanca enfrenta esta tarde no Estádio dos Coqueiros o primeiro adversário com argumentos para cotrariar os seus intentos

A terceira jornada do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola, começa a ser disputada esta tarde, em cinco estádios, com destaque para a partida que opõe o Kabuscorp do Palanca ao FC Bravos do Maquis, duas equipas apostadas em engrossar o leque de candidatos à conquista do título.
A ronda inscreve ainda os jogos Recreativo do Libolo-Benfica de Luanda, Atlético do Namibe-1º de Agosto, Sagrada Esperança-Recreativo da Caála, 1º de Maio de Benguela-Interclube e Santos FC-Porcelana do Kwanza-Norte.
Kabuscorp e FC Bravos do Maquis defrontam-se, às 16h00, no Estádio dos Coqueiros, num desafio de candidatos ao título. Ambas as formações estão com bom andamento na competição, com dois jogos e igual número de vitórias. Os maquidardes estão em vantagem sobre o adversário, porque ainda não sofreram qualquer golo, ocupando a segunda posição, e os palanquinos surgem logo a seguir.
Perante este quadro, Kabuscorp e FC Bravos do Maquis têm, para já, um jogo complicado, já que está em discussão a luta pelos três pontos. Antevê-se, por isso, uma partida electrizante, já que os dois emblemas se reforçarem com o propósito de, no final do campeonato, erguerem o troféu. No histórico dos jogos realizados entre as duas equipas, o Kabuscorp do Palanca sempre levou a melhor sobre o FC Bravos do Maquis.
Atlético do Namibe e 1º de Agosto medem forças, às 16h00, no Estádio Joaquim Morais. Os donos da casa não foram bafejados pela sorte no arranque do Girabola, enfrentando equipas que não são do seu campeonato. Depois dos desaires frente ao Benfica de Luanda (2-0) e Petro de Luanda (3-0), o conjunto de Paulo Saraiva tem uma tarefa complicada, diante dos militares, equipa experiente e candidata ao título. A má qualidade do plantel e a inexperiência de alguns jogadores na alta competição colocam o 1º de Agosto como favorito. Os militares sempre tiveram boa safra no reduto do Atlético. O Sagrada Esperança e o Recreativo da Caála batem-se, às 15h30, no Estádio com o mesmo nome. A formação diamantífera apresenta-se como favorita, por jogar em casa e vir de um moralizador empate (2-2), frente ao Interclube, no Estádio 22 de Junho. Apesar da vantagem que carrega aos ombros, os diamantíferos têm de jogar ao mais alto nível para não serem surpreendidos, porquanto a formação do Planalto Central joga pela vitória.
1º de Maio de Benguela e Interclube travam um duelo interessante, às 16h00, no Estádio Municipal. Proletários e polícias, quando se enfrentam proporcionam aos adeptos momentos agradáveis de bom futebol. Espera-se um jogo renhido, com favoritismo repartido. O Santos FC tem um desafio aparentemente facilitado ante o Porcelana do Kwanza-Norte. A equipa de Luís Quintas, depois do desaire consentido em casa, diante do Petro de Luanda (3-0) e o empate (1-1), com o Desportivo da Huíla, tem a excelente oportunidade de conquistar a primeira vitória no campeonato.
Amanhã, para o fecho, o Petro de Luanda joga com o Desportivo da Huíla, às 16h00, no Estádio dos Coqueiros, o Recreativo do Libolo defronta o Benfica de Luanda, às 15h00, no Estádio Municipal de Calulo, enquanto o Progresso do Sambizanga enfrenta o ASA, às 16h00, no Estádio da Cidadela.

Comentários

João Silva
3 meses atrás

Ai foi?

Responda
João Silva
3 meses atrás

Eu estive lá!

Responda
João Silva
3 meses atrás

Bom jogo!

Responda

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política