Política

Ouattara convida Angola a investir na Côte D’Ivoire

O Presidente da Côte D'Ivoire, Alassane Ouattara, convidou, ontem, Angola a ocupar o seu espaço no desenvolvimento económico daquele país, com base em vantagens mutuamente recíprocas, principalmente no sector energético (petrolífero).

07/11/2020  Última atualização 12H15
André Panzo foi recebido pelo Presidente Allassane Ouattara © Fotografia por: Cedida
Segundo uma nota da Embaixada de Angola na Côte D’Ivoire, o Chefe de Estado ivoiriense fez o convite, em Abdjan, durante o acto de acreditação de André Panzo como embaixador naquele país africano.
Ouattara sublinhou que não deve esquecer-se, igualmente, o papel que os dois países devem ter no domínio da segurança, na luta contra a pirataria no Golfo da Guiné. Este combate, disse, deve ser feito através de mecanismos existentes entre as duas comunidades sub-regionais, nomeadamente a SADC e CEDEAO, de que Angola e a Côte D’Ivoire fazem parte, respectivamente.No mesmo acto, apresentaram as cartas credenciais os embaixadores da Guiné Conacry, Senegal, Alemanha e França. O Presidente ivoiriense fez uma panorâmica da situação eleitoral em curso no seu país, informando que, dentro de poucos dias, o Conselho Constitucional irá pronunciar-se sobre a validação dos resultados definitivos das eleições de 31 de Outubro.

Apoiado pelo partido RHDP, Alassane Ouattara venceu as eleições, com 94,27 por cento dos votos, de acordo com os resultados provisórios apurados, na segunda-feira, pela Comissão Eleitoral Independente.Em declarações prestadas à imprensa, depois da sua acreditação, o embaixador de Angola na Côte D'Ivoire manifestou a disposição para trabalhar no reforço das relações bilaterais.André Panzo, que chegou a Abidjan no dia 15 de Julho, disse que os dois países dispõem de potencialidades que devem ser exploradas e estar disposto  a trabalhar nesse sentido, para o benefício dos dois povos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política