Sociedade

Embaixada da Índia garante formação a jornalistas da Edições Novembro

Os jornalistas das Edições Novembro, detentora do Jornal de Angola, dos Desportos e outros títulos, poderão beneficiar de acção de formação profissional, de curta duração, na República da Índia, no âmbito de uma estreita relação que a Embaixada deste país asiático passou a ter com este órgão de comunicação social.

05/03/2021  Última atualização 11H03
Prati Paekar trocou contacto com o editor Bernardino Fançoni © Fotografia por: Kindala Manuel| Edições Novembro
A informação foi avançada, ontem, pela embaixadora da Índia em Angola, Prati Bha Paekar, após uma visita à sede da Edições Novembro, na Baixa de Luanda, acentuando que "veio reforçar os laços de amizade entre a Embaixada da Índia e os jornalistas” dessa velha casa de imprensa.
Na companhia do presidente do Conselho de Administração da Edições Novembro, Víctor Silva, a diplomata referiu que "abrimos aqui uma oportunidade de enviarmos para Índia jornalistas deste órgão sempre que houver formações de curta duração no ramo da comunicação social”.

Prati Bha Paekar frisou ainda que  o Jornal de Angola, como principal título da Edições Novembro, é uma importante fonte de informação, que é consultada todos os dias, para se obter informações que acontecem no país. Por isso, sempre que a Embaixada poder apoiar para melhorar o nível de conhecimentos destes profissionais estará disponível.
A diplomata disse ter sido uma grande honra visitar a Edições Novembro neste mês de Março, dedicado à mulher, tendo aconselhado todas as mulheres do Mundo e em especial as angolanas, a serem mais fortes e a trabalharem todas juntas para que possam atingir patamares mais altos.

"Só com um intercâmbio de experiências entre as mulheres é que todas poderão se tornar mais competentes no que diz respeito a economia, política e outros segmentos da sociedade”, sublinhou a diplomata indiana acreditada em Angola.    

Alexa Sonhi

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política