Desporto

FAB define recintos para jogos do nacional

Armindo Pereira

Jornalista

Os pavilhões Victorino Cunha e 28 de Fevereiro foram os seleccionados para acolher a 36ª edição do Campeonato Nacional sénior feminino de basquetebol, a ser disputado em regime concentrado, cujo arranque está previsto para o próximo dia 2 de Julho, em Luanda.

10/06/2021  Última atualização 12H18
1º de Agosto e Interclube são as duas principais equipas © Fotografia por: Paulo Mulaza | Edições Novembro
De acordo com o regulamento divulgado pela Federação Angolana da modalidade (FAB), a competição vai ser disputada em duas etapas: na fase regular as 11 equipas inscritas e repartidas nas séries A e B, disputam entre si no sistema de todos contra todos a uma volta.


As duas melhores classificadas de cada série, apurar-se-ão para a fase final, ao passo que as demais disputam as classificativas do 5º ao 11º lugar. Nesta conformidade, quatro agremiações discutem a meia-final no sistema de playoff, a melhor de três partidas.  


As vencedoras qualificam-se directamente para a final do playoff da final, a melhor de cinco. A Série A é integrada pelo Interclube, Maculusso, 1º de Agosto Academia, Sporting do Bié, Núcleo La Bomba e Desportivo Academia de Malanje
Série B: 1º de Agosto, Núcleo do Inter de Benguela, Interclube B, Formigas do Cazenga, e Benfica do Lu-ango. Em declarações ao Jornal de Angola, o presidente do Desportivo O Maculusso, Januário Santos, lamentou o facto de a FAB ter elaborado o regulamento  sem consultar os clubes.


"O ideal seria a FAB sentar com os filiados e recolher subsídios, mas acabou por tomar uma decisão unilateral. A ideia é solicitar um encontro , antes da realização da reunião técnica, agendada para 23 do corrente, para ver se ainda podemos rever os moldes de disputa do Campeonato Nacional”, argumentou Santos.  

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto