Mundo

França suspende ajuda à RCA

A França anunciou, ontem, a suspensão da cooperação militar e ajuda orçamental ao Governo da República Centro Africana (RCA), a quem acusa de “cumplicidade” numa campanha liderada pela Rússia contra os seus interesses na região.”

09/06/2021  Última atualização 05H45
© Fotografia por: DR
Em várias ocasiões, as autoridades centro -africanas assumiram compromissos que não mantiveram, tanto politicamente em relação à oposição quanto em termos do seu comportamento em relação à França, que é alvo de uma campanha maciça de desinformação no país", refere um comunicado do Governo francês ao qual a agência AFP teve acesso.

Em Abril, cinco militares franceses que trabalhavam com o Ministério da Defesa centro-africano foram chamados de regresso a Paris. O treino militar fornecido às Forças Armadas Centro-Africanas (FACA) por tropas francesas estacionadas no Gabão também foi suspenso, refere a mesma nota.

A França, uma antiga potência colonial, continua a contribuir com cerca de 100 soldados para a missão europeia EUTM-RCA, que mobiliza cerca de 200 soldados que têm a missão de treinar as FACA. Além disso, mais dez militares franceses participam na missão de paz da ONU na República Centro-Africana (Minusca), que tem 12 mil capacetes azuis.

A França, que interveio de 2013 a 2016 através da Operação Sangaris para acabar com a violência, entregou cerca de 1.400 espingardas de assalto às FACA, em Dezembro de 2018, após obter uma isenção ao embargo da ONU. Os problemas entre a França e a Rússia, na RCA, começaram em Dezembro passado, este país enviou centenas de paramilitares para ajudar o exército do Presidente Faustin Archange Touadéra, ameaçado por uma rebelião interna.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo