Desporto

Girabola'2020/21: Petro “atropela” Baixa de Cassanje com nota artística

O Petro de Luanda foi, nesta terça-feira, gigante para uma equipa da Baixa de Cassanje demasiado acessível. Os “tricolores' golearam (5-1) os 'malanjinos” com futebol de arte e engenho, no Estádio Nacional 11 de Novembro, confirmaram o favoritismo atribuído e assumiram a liderança isolada do Girabola.

12/01/2021  Última atualização 20H10
Petro de Luanda © Fotografia por: Edições Novembro
Como se não bastasse a pesada derrota, o conjunto que viajou da cidade de  Malanje viu ainda o 'capitão' Maludi ser expulso, aos 41 minutos, por acumulação de amarelos, após sucessivas entradas ríspidas. 

A história do jogo resume-se a um duelo com duas partes distintas: os primeiros 45 minutos a revelarem uma equipa visitante equilibrada defensivamente, reforçando a confiança e, na etapa complementar, a determinação e capacidade avassaladora do conjunto da casa, a provar que a liderança não é obra do acaso.
Os tricolores foram eficazes e souberam aproveitar as ocasiões de golo produzidas. E a  goleada começou a ser construída muito cedo, aos 12 minutos, com remate de Dany a passar por uma "montanha” de pernas, antes de atingir as redes contrárias.
Depois do golo, a exibição da equipa petrolífera registou um pequeno 'hiato', facto que permitiu o crescimento do conjunto malanjino. A Baixa de Cassanje não tremeu naqueles minutos iniciais. Continuou a jogar com a linha defensiva bem subida, porém, incapaz de redundar em êxito.
A segunda parte foi um autêntico castigo para a equipa visitante. Aliás, se a Baixa de Cassanje de Malanje desconhecia a palavra 'sofrimento', ficou com o vocabulário enriquecido de forma substancial.

O auto-golo de Fatloy, aos 54 minutos, o 'bis' de Picas (55 e 84 minutos), e o tento de Megue, aos 89', ditaram uma dura sentença à imagem paupérrima do futebol patenteado pela formação malanjina, cujo golo de honra de Magrinho, aos 76 minutos, foi insuficiente para evitar a humilhação.                                                            

Paulo Caculo

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política