Sociedade

Huambo realiza testagem em massa em nove municípios

As autoridades sanitárias do Huambo pretendem testar 24 mil cidadãos em nove dos 11 municípios da província. De acordo com o director do Gabinete Provincial da Saúde, Lucas Nhamba, a testagem começa hoje em sete municípios, depois de ter começado em duas circunscrições na semana passada.

23/02/2021  Última atualização 08H57
Autoridades sanitárias do Huambo trabalham para testagem © Fotografia por: DR
Em conferência de imprensa, Lucas Nhamba disse que  será utilizado o teste Elisa e a prioridade será dada a professores e alunos.
Nesta fase ficam de fora os municípios do Chinjenje, Ecunha e Ucuma, por  registarem apenas um caso cada, devendo a testagem realizar-se posteriormente.
Lucas Nhamba, que é também o porta-voz da Comissão Provincial de Combate à Pandemia, disse que nos onze municípios serão constituídos comités de moradores para a melhoria da capacidade de resposta à doença, monitorar e auxiliar os casos de Covid-19, sobretudo em áreas em que, todos os dias, se registam comportamentos inadequados por parte da população, como aglomerações em festas e actos fúnebres sem observância do mínimo de distanciamento físico.
 
Explicou que foi criada, igualmente, uma equipa de comunicação, composta por dois médicos, três enfermeiros e um psicólogo, que já trabalha há mais de 20 dias. O objectivo é entrar em contacto com os pacientes domiciliados para o acompanhamento do estado de saúde.  
Os técnicos estão munidos de telefones digitais, com condições para a realização de chamadas e envio de mensagens aos doentes.  
Lucas Nhamba apelou aos pais e encarregados de educação para não pararem de conversar com as crianças sobre a doença e a observância das medidas de biossegurança.


Situação epidemiológica

A pandemia da Covid-19, no Huambo,  já provocou 25 mortes, num somatório de 823 casos positivos, 667 recuperados e 131 activos, que estão a ser acompanhados por técnicos das equipas de resposta rápida. Os 131 casos activos, segundo o director do Gabinete Provincial da Saúde,  são assintomáticos e estão isolados por questões de prevenção.  De acordo com o responsável, a pandemia infectou  474 homens e 349 mulheres.  
Lucas Nhamba sublinhou que todos os infectados estão a merecer tratamento domiciliar e não há caso em isolamento nos centros de tratamento. 

 Considerou que se assiste  a "um declínio de casos positivos da doença”, mas sublinhou que isto não pode ser motivo para as autoridades e a população baixarem a guarda.  A província registou, na última semana, 4 casos positivos de Covid-19, 41 recuperados e nenhum óbito.  
A pandemia do novo coronavírus atingiu os onze municípios do Huambo, com realce para todos os bairros do município sede da província. 

"Essa situação obriga-nos a traçar mais estratégia e redobrar esforços de prevenção”, disse Lucas Nhamba.  
A Caála, a seguir ao Huambo, é o município com maior número de casos positivos, 33 no total, com 25 recuperados, um óbito e sete activos.

Estácio Camassete | Huambo

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política