Mundo

Incêndio num lar de idosos na Ucrânia faz 15 mortos

Pelo menos 15 pessoas morreram na sequência de um incêndio que atingiu hoje um lar de idosos em Kharkiv, na região leste da Ucrânia, informaram os serviços de emergência estatais.

21/01/2021  Última atualização 18H10
© Fotografia por: DR

"Segundo informações preliminares, 33 pessoas encontravam-se no edifício no momento do incêndio, das quais 15 morreram”, indicou a mesma fonte num comunicado, citado pelas agências internacionais. Os serviços de emergência ucranianos precisaram que o incêndio ocorreu num edifício de dois andares, no qual funcionava um lar de idosos.


Depois de controlar e apagar as chamas, os bombeiros destacados no local encontraram os corpos de 15 pessoas, indicou a mesma fonte, sem especificar, no entanto, se as vítimas mortais eram utentes do lar. Os serviços de emergência ucranianos informaram também que nove pessoas foram hospitalizadas.


Através da rede social Facebook, a procuradora-geral ucraniana, Iryna Venedyktova, confirmou o registo de 15 mortes, mas referiu que 11 pessoas tinham ficado feridas. "A causa preliminar do incêndio é (o manuseamento) imprudente de aparelhos elétricos”, indicou Iryna Venedyktova, anunciando a abertura de uma investigação criminal por violação de regras anti-incêndio.


Na rede social Telegram, o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, apresentou as suas condolências aos familiares das vítimas, exigindo ainda que os responsáveis pelo incidente sejam encontrados "o mais depressa possível".


Os incêndios com o registo de várias vítimas mortais não são casos raros na Ucrânia, país com muitas infraestruturas em mau estado de conservação e onde o cumprimento das regras de segurança é aleatório. Em Dezembro de 2019, um incêndio matou 16 pessoas e feriu outras 30 num estabelecimento de ensino superior em Odessa, no sul do país.


A directora do estabelecimento de ensino foi detida por suspeita de "negligência criminosa". Nesse mesmo ano, em agosto, um outro incêndio num hotel em Odessa fez nove mortos. Também na cidade de Odessa, em junho, um incêndio deflagrou num hospital psiquiátrico e fez seis vítimas mortais.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política