Cultura

João Tala é o vencedor de 2021

O poeta angolano João Tala é um dos vencedores do Prémio Literário Guerra Junqueiro Lusofonia 2021, atribuído pelo Município de Freixo de Espada à Cinta, em Portugal, promovido no âmbito do FFIL - Freixo Festival Internacional de Literatura.

09/05/2021  Última atualização 15H01
Prémio guerra Junqueiro Lusofonia © Fotografia por: DR
Os outros agraciados são Albertino Bragança, de São Tomé e Príncipe; Vera Duarte Pina, de Cabo Verde; Abraão Bezerra Batista, do Brasil; Abdulai Sila, da Guiné-Bissau; Luís Carlos Patraquim, de Moçambique; Agustín Nze Nfumu, da Guiné Equatorial; e Xanana Gusmão de Timor-Leste. Hélia Correia é a vencedora do Prémio Guerra Junqueiro em Portugal.
À escritora portuguesa o respectivo prémio será entregue em Julho, aquando da realização do FFIL - Freixo Festival Internacional de Literatura. A curadora Avelina Ferraz disse ao Jornal de Angola que ainda não está estabelecida uma data e local para a entrega do prémio ao poeta João Tala nem aos outros distinguidos. 

João Tala sucede assim em Angola ao poeta Lopito Feijó, o vencedor de 2020. Natural de Malange (1959), além de poeta João Tala é ficcionista e médico de profissão. Membro da União dos Escritores Angolanos,  é co-fundador da Brigada Jovem de Literatura. Em 1997 publicou a sua primeira obra de poesia "A Forma dos Desejos”, que arrebatou o Prémio Primeiro Livro da UEA e o primeiro lugar dos Jogos Florais do Caxinde. Publicou ainda: "O Gasto da Semente”, poemas, 2000, menção honrosa do Prémio Sagrada Esperança; "A Forma dos Desejos II”, poemas, 2003; "Os Dias e os Tumultos”, contos, 2004, Grande Prémio de Ficção da UEA; "Lugar Assim”, poesia, 2004; "A Vitória é uma Ilusão de Filósofos e de Loucos”, poesia, 2005, Grande Prémio de Poesia da UEA; "Surreambulando”, contos, 2007; "Forno Feminino”, poesia, 2009; "Rosas & Munhungo”, contos, 2011;  "Ruas da Insónia”, poesia, 2013; e "Além da Noite”, contos, 2020.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura