Regiões

Mais de 25 mil cidadãos recebem Bilhete de Identidade

Vinte e cinco mil e 632 habitantes do Cuando Cubango receberam, no ano findo, Bilhetes de Identidade pela primeira vez, no âmbito do Programa de Massificação do Registo Civil e Atribuição Gratuita de Bilhete de Identidade.

11/01/2021  Última atualização 12H55
Programa do Executrivo conta com brigadas espalhadas por várias localidades da província © Fotografia por: Carlos Paulino | Edições Novembro
O director provincial em exercício do sector da Justiça e Direitos Humanos, Simão Bango, que prestou a informação ao Jornal de Angola, disse que a instituição que dirige emitiu, ao todo, no ano passado, 35 mil e 605 bilhetes, dos quais apenas 30 mil foram levantados, e os restantes os proprietários ainda não compareceram aos postos de registo para a recepção.  
   
Os postos de Registo Civil da província,  segundo Simão Bango, emitiram em 2020 63 mil e 648  certidão de nascimento, entre as quais 62 mil e 824 no quadro da Massificação do Registo Civil Gratuito. Em Menongue, revelou ainda, foram registados 42 mil e 427 cidadãos, Cuito Cuanavale nove mil e 574, Cuchi três e 104, Nancova dois e 614, Rivungo mil e 521, Mavinga mil e 238, Cuangar mil, Calai 921 e  Dirico 262.

  "Apesar do novo coronavírus em 2020 foram registados 63 mil e 648 cidadãos. Portanto, foi um número expressivo, porque à luz do Programa de Massificação de Registo Civil e Gratuito,  os funcionários mobilizados para o efeito vão ao encontro das populações nas aldeias e bairros longínquos”, disse.

 O sector da Justiça, segundo o responsável, está representado em todos os municípios da província, mas os postos fixos de Identificação Civil e Criminal estão apenas em Menongue, Cuito Cuanavale e Cuchi.  "Apesar da pandemia da Covid-19 houve uma boa afluência da população aos postos fixos e móveis de Registo e Identificação Civil e Criminal nos nove municípios da província”, sublinhou.

 "Neste ano”, acrescentou, "a direcção da Justiça na província vai continuar a dar prioridade ao Programa de Massificação do Registo Civil e Atribuição do Bilhete de Identidade, para a sua implementação em todas as localidades”.

Carlos Paulino | Menongue

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política