Política

Manuel Nunes Júnior: "Angola quer edificar uma economia forte"

O ministro de Estado e da Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, disse que Angola quer edificar uma economia forte e sustentável, deixando a dependência do petróleo.

08/04/2021  Última atualização 10H59
© Fotografia por: DR
Para tal, conforme disse, depois de uma taxa de crescimento anual que chegou aos 12 por cento até 2014, mas, entre 2015 a 2020, caiu para médias negativas, a estratégia passou a ser diversificar a economia e reduzir o peso do sector petrolífero.


"Precisamos instalar na nossa economia um factor fundamental, o da confiança na economia e nos seus agentes", disse.

Manuel Nunes Júnior disse que o país voltará, em breve, aos saldos orçamentais positivos, realçando antes a poupança de 6 mil milhões de dólares como resultado da suspensão do serviço da dívida, conseguida junto do G20 e demais credores.

O ministro de Estado e da Coordenação Económica discursou, hoje, em Luanda, no Fórum de Negócios Angola - Espanha, onde participaram o Presidente do Governo espanhol, Pedro Sãnchez, e vários empresários dos dois países.


"Queremos que a Espanha nos ajude a edificar uma economia menos dependente da Economia", apelou.

Em desenvolvimento...
 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política