Coronavírus

Mortes ligadas à doença continuaram a decrescer

A mortalidade em Portugal entre 8 e 21 de Março continuou abaixo da média para o mesmo período nos últimos cinco anos, com os óbitos atribuídos à Covid-19 a decrescerem.

06/04/2021  Última atualização 08H29
© Fotografia por: DR
Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística, entre 8 e 14 de Março morreram 2.128 pessoas e entre 15 e 21 de Março morreram 2.091 pessoas, menos 9,2 por cento e menos 8,5%, respectivamente, do que a média das mesmas semanas entre 2015 e 2019.

Na primeira semana, 6,1% das mortes foram atribuídas à Covid-19, número que desceu para 4,3% na semana seguinte. Das 4.219 pessoas que morreram neste período, 70,4% tinham 75 anos ou mais, registando-se uma diminuição de 14,3% nas mortes de pessoas entre os 85 e os 89 anos face à média das mesmas semanas entre 2015 e 2019.

Mais de 80% das mortes ocorreram nas regiões Norte, Centro e Área Metropolitana de Lisboa, com Alentejo, Centro e Algarve a apresentarem números de mortes por cem mil habitantes superiores ao valor nacional desse indicador, que foi de 41.
Nestas duas semanas, 62,9% das mortes aconteceram em estabelecimentos hospitalares. Entre 8 e 14 de Março, o número de mortes esteve abaixo da média de 2015-2019 em todas as regiões menos Lisboa, que também desceu para abaixo dessa média na semana seguinte.

O número de mortes em Portugal subiu a partir de 28 de Dezembro, começando a decrescer a partir da semana de 25 a 31 de Janeiro, que foi a semana com mais mortes atribuídas à Covid-19 desde o início da pandemia (2.036).

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Coronavírus