Economia

Moxico arrecadou mil milhões de kwanzas em taxas e impostos

A província do Moxico arrecadou cerca de mil milhões de kwanzas de receitas fiscais e aduaneiras durante o exercício económico de 2020, segundo dados avançados sexta-feira, no Luena, pelo director do Gabinete Provincial de Desenvolvimento Económico Integrado, Guimarães Luís.

23/01/2021  Última atualização 20H45
Receitas aduaneiras influenciaram a cobrança fiscal no Moxico © Fotografia por: Vigas da Purificação | Edições Novembro
Falando num encontro metodológico de Alinhamento Estratégico do Financiamento à Economia Local e Melhoria do Ambiente de Negócios, Guimarães Luís defendeu o aperfeiçoamento da estrutura de arrecadação de receitas, com a verificação do procedimento da legalização de mais empresas como uma estratégia para o aumento da arrecadação de receitas.

Explicou que, durante o ano passado, foram licenciadas 921 empresas, cujos serviços permitiram um encaixe de quatro milhões de kwanzas para os cofres do Estado e que a estratégia seguida pelo Governo para o embolso de mais receitas passa, também, por levar os operadores económicos da informalidade para a formalidade.

Guimarães Luís destacou que, das 11 empresas cadastradas, no ano passado, para a compra de produtos do campo, apenas cinco foram apuradas: "pretendemos ter, com essas empresas, uma base de dados que representa a produção agrícola local”, referiu Guimaráes Luís.

No âmbito do PRODESI, 36 empresas do Moxico concorrem para o financiamento de vários projectos, um número que as autoridades consideram "bastante reduzido” para as metas do Governo. Para uma linha de financiamento do Banco Angolano de Investimentos (BAI), concorreram 22 empresas, 12 da Indústria, quatro da Agricultura, igual número das Pescas e duas do sector da Energia e Águas.

Segundo Guimarães Luís, entre 2019 e 2020 foram formados 3 337 jovens empreendedores, dos quais 119 foram apurados para concorrerem à linha de financiamento do Plano de Acção e Promoção de Empregabilidade (PAPE), criado pelo Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social.

O vice-governador do Moxico, Víctor Silva, destacou, no encontro, as acções do Governo para a promoção do desenvolvimento equilibrado em todas as províncias, sobretudo, nos domínios agrícola e industrial.

José Rufino | Luena

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política