Política

Namibe acolhe acto do Dia dos Mártires

A cidade de Moçamedes, província do Namibe, acolhe o acto central do Dia dos Mártires da Repressão Colonial, que se assinala a 4 de Janeiro, e cujas jornadas comemorativas arrancaram ontem.

23/12/2020  Última atualização 09H01
Cidade de Moçamedes, celebra data © Fotografia por: Edições Novembro
Segundo o director nacional do Legado Histórico Militar, general João Pereira Massano, que anunciou a abertura das jornadas, decorrem, desde ontem, em todo país, actividades políticas, culturais e desportivas para saudar os mártires da repressão colonial e reconhecer a bravura e sentido patriótico dos nacionalistas angolanos que contribuíram para a conquista e preservação da Independência Nacional.

As jornadas incluem, igualmente, a comemoração do Dia do Antigo Combatente e Veteranos da Pátria, que se assinala a 15 de Janeiro e cujo acto decorre na cidade do Uíge.
João Pereira Massano informou que os dois actos vão ser presididos pelo ministro da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos.

O responsável lembrou que a 4 de Janeiro de 1961 teve início aquele que foi considerado o primeiro movimento de contestação ao domínio colonial. A revolta, explicou, foi protagonizada por antigos trabalhadores da empresa Cotonang, em Malange, que recebeu das autoridades coloniais a resposta mais violenta de todos os tempos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política