Política

Navio francês vigia costa do Golfo da Guiné

Mazarino da Cunha

Jornalista

Um navio de guerra francês denominado “Comandante Bouan” está em Luanda desde ontem, com a missão de vigiar a região do Golfo da Guiné e estreitar as relações com a Marinha de Guerra Angolana.

10/06/2021  Última atualização 05H00
© Fotografia por: Agostinho Narciso |Edições Novembro
Em declarações à imprensa, o comandante, Benoît René, disse que a estadia do navio de guerra francês em Luanda está no âmbito da política sobre a segurança marítima na região do Golfo da Guiné estabelecida entre Angola e França.


Além de estreitar aspectos sobre a segurança marítima na zona costeira do Golfo da Guiné, a presença do "Comandante Bouan” da Marinha de Guerra Francesa tem, também, a missão de fortalecer e analisar estratégias com a congénere angolana.


Dos vários dossiers a serem analisados, frisou Benoît René, constam aspectos ligados à formação dos recursos humanos e melhoramento das técnicas militares.  
A chegada do navio "Co-mandante Bouan”, ao Porto de Luanda, foi testemunhada pelo embaixador de França em Angola, Daniel Vosgien. O navio tem a bordo 90 pessoas entre tripulantes, fuzileiros e regressa amanhã ao país de origem.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política