Política

Organização quer reforço do orgulho nacional

A Organização da Mulher Angolana (OMA) está empenhada na construção de um projecto abrangente que enalteça o orgulho nacional, a auto-estima dos angolanos e transforme Angola num país próspero sem fome e nem pobreza.

13/01/2021  Última atualização 09H25
Organização da Mulher Angolana (OMA) © Fotografia por: Edições Novembro
Numa nota à imprensa, citada pela Angop, o braço feminino do MPLA exorta a mulher angolana a continuar a inspirar-se nos ideais das suas fundadoras e encontre em cada momento formas de valorizar o seu legado histórico.

"59 anos após a sua criação,  a OMA mantém-se  empenhada na construção de um projecto nacional abrangente, que enalteça o orgulho nacional e a auto-estima dos angolanos e que transforme Angola num país próspero em que seja erradicada a fome e a pobreza”. Sublinha o documento. A organização feminina defende, entretanto, a criação contínua de mecanismos de valorização do papel da mulher na família e na sociedade, promovendo a sua maior participação a todos os níveis e em todos os domínios da vida politica, económica social e cultural do país.

Na nota alusiva ao seu 59º aniversário, assinalado domingo (dia 10 de Janeiro),  a OMA defende o aumento de politicas públicas que visam a igualdade no género e a dignificação e valorização da mulher angolana. Encoraja todas as mulheres angolanas, em especial as jovens, a continuarem a dar o melhor de si, em todas as áreas de desenvolvimento, de modo a elevar os ideais de amor à pátria e a consolidar a unidade nacional, princípios sobre os quais as veteranas da Luta de Libertação Nacional privilegiavam e que devem prevalecer.

"O  ano de 2021, marcante pela realização do 8º Congresso do MPLA e do 7º Congresso da OMA, exortamos a mulher angolana-reunida em torno da organização-a tomar a dianteira de forma massiva e activa, na preparação e organização destes eventos históricos, pois deles sairão importantes decisões da vida política, económica e social do país", refere o comunicado.

Neste momento de comemorações do 59º aniversario da sua criação, renova o seu firme propósito de continuar a afirmar-se como forte esteio do MPLA e peça fundamental para a educação, mobilização, sensibilização das mulheres para a realizações dos ideais  políticos.

O objectivo é primar pelo crescimento da base militante do partido no poder; pela elevação da formação; e dar a sua contribuição em todas as áreas do saber para o desenvolvimento socioeconómico do país.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política