Política

Parlamento debate papel da Imprensa

Adelina Inácio

Jornalista

O papel da comunicação social e a consolidação do Estado Democrático de Direito é o tema de um debate hoje na Assembleia Nacional, proposto pelo Grupo Parlamentar da UNITA.

22/04/2021  Última atualização 13H00
© Fotografia por: DR
O presidente do Grupo Parlamentar do MPLA, Virgílio de Fontes Pereira, disse que o partido concorda com a discussão do tema, mas apelou para que seja feita numa perspectiva pedagógica e num âmbito mais abrangente.

Para Virgílio de Fontes Pereira, o debate deve visar, também, o apelo à prestação do serviço público, em nome da construção e do aprofundamento dos alicerces  do Estado Democrático de Direito. Para o deputado, a visão de cada partido político sobre o tema deve contribuir para que a comunicação social seja propulsora do reforço do Estado Democrático de Direito.

Na óptica do presidente do Grupo Parlamentar da UNITA, Liberty Chiyaka, a construção de um Estado verdadeiramente Democrático e de Direito exige dos actores principiais, em particular da comunicação social, seja pública ou privada, uma postura construtiva para o alcance deste desiderato. "O passado deixou lições duras, foi de divisões e ódio”, lembrou o deputado, para quem "é preciso passar para uma nova fase, a da consolidação da democracia, particularmente a promoção da unidade na diversidade”.

O presidente do Grupo Parlamentar da CASA-CE, Alexandre André, disse  que nota-se diferenciação no tratamento de notícias em relação às forças políticas.  "As forças políticas devem ter um tratamento igual em relação às questões de interesse nacional”, defendeu.

Na sessão de hoje, os deputados discutem, também, as propostas de Lei sobre o envio de Contingentes Militares  e Para-Militares Angolanos ao exterior do país e a Lei que Altera a Lei sobre o Imposto Especial de Consumo, bem como as propostas de Lei sobre o Voluntariado e a Proposta de Lei sobre a Reprodução Humana Medicamente Assistida.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política