Desporto

Quatro selecções terminam invictas disputa das janelas

Tunísia, no Grupo A, Costa do Marfim (C), Nigéria (D) e Egipto (E) são as únicas selecções que terminaram invictas a disputa das duas janelas FIBA de apuramento ao Campeonato Africano das Nações sénior masculino de basquetebol (Afrobasket) a disputar-se de 25 de Agosto a 5 de Setembro, na cidade de Kigali, Rwanda.

23/02/2021  Última atualização 07H00
Tunisinos são os actuais campeões em título da competição © Fotografia por: DR
Do leque das 20 que jogaram para assegurar um lugar na elite da bola ao cesto continental, as quatro contabilizam seis triunfos em igual número de jogos e totalizaram 12 pontos.  
Angola, às ordens de José Neto, treinador de nacionalidade brasileira cedido pelo Petro de Luanda, em resposta à solicitação feita pela então Comissão de Gestão da Federação Angolana de Basquetebol (agora a instituição é presidida por Moniz Silva), venceu quatro partidas e perdeu duas, frente ao Quénia e ao Senegal. No fecho da segunda janela, desforrou-se da última equipa com vitória esclarecedora por 82-51.

O combinado angolano terminou a disputa da eliminatória com dez pontos. No total, Leonel Paulo, Carlos Morais, Gerson "Lukeny" Gonçalves e companheiros marcaram no geral 467 pontos, uma média de 77,8 por jogo.
Defensivamente, a selecção mais vezes campeã de África, com 11 títulos, sofreu 383 pontos, uma média de 63,8. O Madagáscar é a única equipa que não ganhou qualquer desafio.

Para o Afrobasket'2021 estão qualificadas as selecções de Angola, Senegal, Quénia, Tunísia, Congo Democrático, República Centro Africana (RCA), Costa do Marfim, Camarões, Guiné-Conacry, Nigéria, Sudão do Sul, Mali, Egipto, Cabo-Verde, Marrocos e Rwanda, país anfitrião.  

Anaximandro Magalhães

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política