Regiões

Rede de falsificadores a contas com a Justiça em Menongue

O Serviço de Investigação Criminal (SIC), no Cuando Cubango, desmantelou, durante os primeiros sete dias do ano de 2021, na cidade de Menongue, uma rede de cidadãos nacionais que falsificava atestados de residência, médicos, certificados de vacinas e boletins de sanidade.

11/01/2021  Última atualização 22H15
Vítimas eram encontradas em locais de muito movimento © Fotografia por: DR
Segundo o porta-voz do Serviço de Investigação Criminal (SIC), Paulo de Novais, trata-se de quatro falsificadores, dos quais um é funcionário da Direcção Municipal da Saúde.  

Paulo Novais informou, em conferência de imprensa, que a rede funcionava  na entrada principal do edifício da Administração Municipal de Menongue, onde abordava as pessoas que  iam ao local tratar documentos para tirar partido dos seus intentos. Tinha em posse termómetros digitais para a medição da temperatura das vítimas das burlas. 

"Eles abordavam as pessoas que  iam à Administração Municipal  tratar atestados de residência, médico, certificado de vacinas e boletins de sanidade. Entregavam  os referidos documentos falsificados e cobravam entre 1.500 a 4.500 kwanzas”, disse Paulo Novais. 

Os infractores, segundo o porta-voz, tinham os documentos em branco  com o carimbo da Administração Municipal e só  preenchiam quando tivessem que passar em nome de uma vítima. "Foram encontrados em posse da rede 102 documentos falsos, dos quais 35 atestados médicos, igual número de certificados de vacinas e 32 cópias de bilhete de identidade das vítimas”, detalhou. 

Lourenço Bule | Menongue

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política