Desporto

Relva degradada obriga Desportivo a jogar fora

A degradação da relva, derivada da avaria da bomba do sistema de rega do estádio Ferroviário da Huíla, impede a equipa do Desportivo efectuar, na cidade do Lubango, os primeiros jogos do Girabola'2020/2021, na condição de visitado.

13/01/2021  Última atualização 15H32
Degradação da relva, derivada do sistema de rega do estádio © Fotografia por: Edições Novembro
O director administrativo do clube, Ezequias Domingos, em declarações ao Jornal de Angola, garantiu que tudo está a ser feito para que a equipa volte o mais breve a jogar em casa. O dirigente tranquiliza os adeptos que a situação não irá continuar. O  ocorrido na primeira jornada, diante do Ferrovia do Huambo, deve-se ao facto de no mês de Dezembro ter ocorrido uma avaria no sistema de bombagem do estádio, o que impediu a rega com regularidade, o que "fez que a relva perdesse alguma característica”, explicou.

Acrescentou que para evitar passar uma imagem negativa ao público e aos que acompanham os jogos através da televisão, manteve contacto com a direcção do Ferrovia do Huambo e teve a anuência da Federação Angolana de Futebol (FAF), para a realização do jogo da segunda jornada no Planalto Central.

Explicou que a alternativa encontrada foi jogar fora do seu reduto, em virtude de os  regulamentos o preverem. O quadro "não é tão dramático assim”, disse Ezequias Domingos, que  assegurou ter a certeza que tarde ou cedo haverá outras alternativas para poder jogar na cidade do Lubango. "Isto é que nos anima”.

Gaudêncio Hamelay |Lubango

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política