Desporto

Reprovada candidatura do presidente cessante

O malgaxe Ahmad Ahmad viu a sua candidatura reprovada pela Comissão de Governação da Confederação Africana de Futebol (CAF), ao considerá-lo inelegível para a próxima corrida à eleição do novo presidente da instituição superintendente do futebol no continente africano, conforme nota informativa constante no site da CAF, divulgada ontem.

13/01/2021  Última atualização 15H33
Ahmad Ahmad foi considerado inelegível para o pleito na CAF © Fotografia por: DR
A decisão resultou de uma reunião da Comissão de Governação efectuada nos dias 5 e 6 do corrente, cujo trabalho cingiu-se na avaliação das candidaturas para os cargos de presidente e membros da Comissão Executiva da CAF. No final dos trabalhos foram consideradas quatro candidaturas elegíveis à presidência da CAF, sendo que a quinta para o posto de presidente
é a de Ahmad Ahmad, tida como inelegível, ao passo que, para membros da Comissão Executiva do mesmo órgão foram apurados dezasseis (16) aspirantes.

Assim sendo são consideradas directamente elegíveis à presidência da CAF duas candidaturas: as de Augustin Emmanuel Senghor (Senegal), 55 anos, e de Jacques Bernard Daniel Anouma (Costa do Marfim), 69 anos, enquanto as outras duas, de Ahmed Yahya (Mauritânia), 44 anos, e Patrice Tlhopane Motsepe (África do Sul), 58 anos, embora sejam elegíveis, a Comissão de Governação acha que ainda requerem uma segunda verificação, razão pela qual essas individualidades serão alvos de uma audiência no dia 28 do corrente, na cidade do Cairo. 

Para membros do Comité Executivo, a Comissão de Governação considerou aceites as candidaturas de Wadie Jary (Tunísia), Mustapha Ishola Raji (Libéria), Djibrilla Hima Hamidou (Níger), Edwin Simeon- Okraku (Ghana), Adoum Djibrine (Chade) e Suleiman Waberi (Djibouti).

Foram, igualmente, tidas como aptas as candidaturas de Isayas Jira (Etiópia), Feizal Ismael Sidat (Moçambique), Elvis Raja Chetty (Seychelles) e Maclean Cortez Letshwithi (Botswana), Kanizat Ibrahim (Comores), Patricia Rajeriarison (Madagáscar) e do togolês Lawson Hogban-Latré-Kayti Edzona.

Deste grupo constam, igualmente, os nomes dos candidatos ao Comité Executivo Mamadou Antonio Souaré (Guiné Conacry), Seidou Mbombo Njoya (Camarões) e Arthur Almeida e Silva (Angola), cujas candidaturas ainda requerem verificações adicionais.
Salienta-se que a CAF vai realizar a 43ª Assembleia-Geral Ordinária electiva no dia 12 de Março deste  ano em Rabat, Marrocos, onde procederá à eleição do sucessor de Ahmad Ahmad, para um mandato de quatro anos.

Augusto Panzo

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política