Mundo

Sondagem aponta reeleição de Marcelo à primeira volta

Numa sondagem publicada, ontem, pelo Observador, em relação às eleições presidenciais do próximo dia 24, em Portugal, o actual Presidente, Marcelo Rebelo de Sousa, continua a ser o candidato melhor posicionado para vencer logo à primeira volta.

16/01/2021  Última atualização 18H49
Dentro de duas semanas, Marcelo de Sousa pode ser reeleito © Fotografia por: DR
Segundo a sondagem, 66,7 por cento dos portugueses irão votar para reeleger Marcelo Rebelo de Sousa, que assim seria eleito sem necessidade de uma segunda volta.
A grande surpresa desta última sondagem, a pouco menos de duas semanas da ida às urnas, reside no facto de André Ventura, do partido Chega, ter ultrapassado, ainda que por margem mínima, a antiga eurodeputada Ana Gomes.

Para o candidato de direita a sondagem atribui 11por cento, enquanto que para Ana Gomes são referidos 10 por cento das intenções de voto. Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, desce 0,3 por cento, em relação a anteriores sondagens, fixando-se nos 4 por cento. João Ferreira subiu para 3,2 por cento (+0,6%) e Tiago Mayan Gonçalves fica com 2,3 por cento (+0,2%).Destaque para o crescimento do independente Vitorino Silva, que registou a maior subida da semana, atingindo 2,1 por cento (+1,7%).

Segundo esta sondagem, a maioria dos portugueses acredita que as eleições presidenciais vão ser resolvidas à primeira volta. Apenas um em cada 10 entrevistados acredita que vão existir duas voltas.
De referir que os portugueses vão votar para as presidenciais do dia 24 numa situação de confinamento provocado pelo estado de Calamidade pública que resulta da pandemia da Covid-19.

Esse confinamento, enquadrado no Estado de Emergência,decretado pelas autoridades governamentais, prevê que os portugueses se possam deslocar para votar nas diferentes mesas de voto que dia 24 vão estar espalhadas pelo país, estando previsto que, em casos de excepção, delegados dessas mesas se desloquem a lares de terceira idade e a hospitais para recolher em urnas os votos daqueles que se encontrem acamados.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política