Economia

Subsea 7 reforça parceria com Angola

A Subsea 7 (Submarino 7), empresa luxemburguesa com sede em Londres, assinou um novo contrato com a Cabinda Gulf Oil Company Limited (CABGOC), Chevron, avaliado entre 150 – 300 milhões de dólares.

27/01/2021  Última atualização 10H53
Presença da Subsea 7 em Angola © Fotografia por: DR
Segundo uma nota da Proangola, o contrato é para o projecto Sanha Lean Gas Connection (SLGC) que compreende a construção e instalação do sistema Lean Gas Platform (LGP) no Bloco 0 offshore Angola, numa profundidade da água de aproximadamente 70 metros. A fabricação terá lugar no estaleiro da Sonamet, no Lobito, província de Benguela, durante este e o próximo ano, enquanto as operações de instalação offshore ocorrerão a partir de 2022 e vão até 2023.

A nota acrescenta que a gestão e engenharia do projecto serão realizadas a partir dos escritórios da Subsea 7 em Paris e Lisboa.  
O projecto reforça a presença da Subsea 7 em An-gola e o compromisso em apoiar a indústria de energia em África.
Na sua página oficial da Internet, o vice-presidente da petrolífera para África, Médio Oriente, Gilles Lafaye, disse que a empresa  está bastante satisfeita por ter recebido este contrato pela CABGOC, após um concurso público.

"Este é o resultado de uma colaboração de longo prazo com o cliente e um histórico de entrega de projectos de sucesso. Tal, entretanto, reforça a presença da Subsea 7 em Angola e o nosso compromisso de apoiar a indústria energética africana ”, disse.
A empresa,  líder global  em serviços de energia offshore, oferece projectos de Design, Engenharia, Aquisição, Construção, Instalação (EPCI) e Descomissionamento em todas as profundidades de água, operando sob a marca Subsea 7.

Pedro Peterson

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política