Desporto

Técnico Kidó recebe voto de confiança

Apesar do fracasso da Selecção Nacional sénior masculina de Andebol no Campeonato do Mundo a decorrer no Egipto, onde em seis jogos realizados registou igual número de derrotas, classificando-se na 30ª posição da prova, o presidente da Federação Angolana de Andebol (FAAND), José do Amaral “Maninho” dá voto de confiança ao seleccionador angolano, José Pereira “Kidó”.

30/01/2021  Última atualização 12H55
José Pereira “Kidó” vai continuar no comando da selecção sénior masculino de andebol © Fotografia por: Arão Martins | Edições Novembro
"Não vejo razões para o afastar da equipa técnica. José Pereira "Kidó” e adjuntos vão continuar à frente da Selecção Nacional. Se fizermos uma análise, o andebol africano precisa de um maior investimento, para competir de igual para igual com as potências mundiais”, disse o dirigente à imprensa no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, após o regresso do Egipto. 
Questionado sobre a prestação do "sete” angolano na maior cimeira do andebol mundial, José do Amaral "Maninho”, considerou o balanço positivo. " Penso que sim, porque estivemos bem na competição. Apesar de não termos ganho qualquer jogo. Só o facto de representarmos o país no Campeonato, consideramos positiva a nossa participação”. 

Por sua vez, José Pereira "Kidó” manifestou-se satisfeito com o voto de confiança dado de José do Amaral "Maninho”, sublinhando que a má prestação da Selecção Nacional no Campeonato do Mundo, se deveu ao longo período de paralisação das provas nacionais, por força da pandemia da Covid-19. " Não é possível ficar sem competir desde Março de 2020, para voltar a jogar no dia 15 de Janeiro de 2021. Penso que este aspecto contribuiu sobremaneira no desempenho dos jogadores durante a competição. Houve jogos que não ganhámos por falta de sorte”, justificou o seleccionador. Integrada no Grupo C da fase regular, Angola perdeu com as selecções do Qatar, Croácia e Japão, ficando na última posição. Na fase de consolação, apesar de ter ganho a Cabo Verde por falta de comparência, voltou a escorregar frente à República Democrática do Congo,Tunísia e Marrocos. 
Final Dinamarca-SuéciaOntem, a Suécia venceu a França por 32-26, ao passo que a Dinamarca bateu a Espanha por 35-33. Assim, a Espanha e França jogam igualmente amanhã para o terceiro lugar.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política