Cultura

Treze grupos foram distinguidos no Cuando Cubango

Um total de 13 grupos carnavalescos e figuras emblemáticas da província do Cuando Cubango foram homenageados, na cidade de Menongue, pelo Gabinete Provincial da Cultura, Turismo e Juventude e Desportos, na edição 2021 do Carnaval, festejado de forma diferente devido à Covid-19.

22/02/2021  Última atualização 07H00
Carnaval, província do Cuando Cubango © Fotografia por: Arquivo
Trata-se dos grupos de adultos e infantis Mbongue ya Kandyema do município do Cuchi, 23 de Março do Cuito Cuanavale, Mivandye do Bairro Cunha, Simba Mbunge, Mwatyava do Pandera, 11 de Novembro, Bloco Verde, União Estrelas da Paz, Triunfo HIV/Sida, Mingolo, Samanhonga Upite wa kambungue, Elekeleny do Tchipompo e Fogo Negro, que desfilaram e fizeram acontecer a festa de Carnaval no Cuando Cubango.

Foram igualmente homenageados os jornalistas Norberto Ramos e Adelino Kambinda, como os principais intervenientes na afirmação do Carnaval no Cuando Cubango, sobretudo na mobilização das crianças e jovens, bem como no engrandecimento da cultura local.
Além dos diplomas de mérito, os 13 grupos carnavalescos foram agraciados com 100 mil kwanzas cada, e 50 mil kwanzas para os homenageados, como forma de reconhecimento pelo contributo prestado ao longo dos anos na realização do Carnaval na província.

Para festejar a data, o Gabinete Provincial da Cultura, Turismo e Juventude e Desportos promoveu  uma exposição fotográfica de indumentárias dos grupos participantes nas edições passadas, instrumentos musicais e artefactos usados nos desfiles anteriores.
O director do Gabinete Provincial da Cultura, Turismo e Juventude e Desportos, Rafael Ndala, disse que o Cuando Cubango não podia ficar de fora das celebrações da maior festa de demonstração cultural do país, mesmo  não havendo desfiles carnavalescos no Cuando Cubango, devido à pandemia da Covid-19.

Rafale Ndala adiantou que no Cuando Cubango começou-se a dançar o Carnaval em finais de 1970 e princípios de 1980 pelos militares da ex-FAPLA que vinham de outras províncias do país, para cumprir o serviço militar obrigatório.
Acrescentou que o Carnaval evoluiu com trajes típicos dos Vanganguelas, que se coloriam com argila branca, vermelha e preta, sendo as principais danças tradicionais a tchikalanga e mivantche, associadas às danças modernas.

Weza Pascoal | Menongue

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política