Sociedade

União Europeia apresenta programa de segurança alimentar

A delegação da União Europeia procede, segunda-feira (12), na cidade do Lubango, à apresentação pública do programa “Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional em Angola (FRESAN) ”.

08/04/2021  Última atualização 20H45
Acções de apoio às províncias afectadas pelas alterações climáticas © Fotografia por: DR

Inserido na parceria bilateral entre a União Europeia e Angola, o programa FRESAN é financiado pela União Europeia com 65 milhões de euros no período de 2018 a 2024. A iniciativa, conjunta com o Governo de Angola, tem como objectivo reduzir a fome, a pobreza e a vulnerabilidade das comunidades afectadas pela seca no sul do país, nas províncias do Cunene, Huíla e Namibe.

O evento, que decorre na Mediateca local, tem transmissão online e conta com a presença da embaixadora da União Europeia em Angola, Jeannette Seppen, e vários dignitários angolanos e de representantes de entidades parceiras no FRESAN.

As acções do programa estão viradas para o fortalecimento sustentável da agricultura familiar, nas províncias do Sul de Angola mais afectadas pelas alterações climáticas, Huíla, Namibe e Cunene, sobretudo através do reforço sustentável, promoção de melhor nutrição e desenvolvimento de capacidades nas instituições, especialmente nas áreas da agricultura, nutrição, ambiente e protecção civil.

O projecto FRESAN é financiado pela União Europeia e co-financiada e gerida pelo Instituto Camões.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política