Regiões

Veterinária aponta caminhos para a melhoria do sector

Víctor Pedro|Sumbe

O chefe do Serviço Provincial de Veterinária do Cuanza Sul, José Luís Vunge, defendeu, ontem, a necessidade das administrações municipais inscreverem as suas acções que visam a criação de infra-estruturas de apoio à Pecuária nos diversos programas da província, concretamente o PIIM, Integrado de Desenvolvimento Local e Combate a Pobreza, para facilitar o trabalho nas campanha de vacinação.

10/06/2021  Última atualização 11H41
© Fotografia por: DR
José Luís Vunge levantou esta preocupação na cidade do Sumbe, quando falava sobre a preparação da Campanha de Vacinação de Animais, informando que a instituição que dirige recebeu 90 mil doses de vacinas contra as Pneumonias Contagiosa Bovina, 20 mil contra a Dermatite nodular contagiosa Bovina e 35 mil para o combate ao Carbúnculo Hematico.

Para os animais de estimação e domésticos, o Cuanza Sul, fez saber, recebeu 10 mil doses de vacinas contra a raiva. "Estão criadas as condições para o arranque da campanha de vacinação, cujas vacinas já foram distribuídas às administrações municipais e técnicos do sector”, assegurou.
"O objectivo da estratégia que me refiro é de buscarmos apoios através dos programas existentes nas administrações municipais que já têm financiamento”, sustentou.

Relativamente ao ano transacto, lembrou que os trabalhos foram limitados, devido a Covid-19, e a falta de infra-estruturas de apoio a actividade pecuária, manga de vacinação, tanque banheiro, formação sanitária, assistência sanitária permanente, o reduzido número de quadros e meios rolantes, afectaram os trabalhos da Veterinária.

O sector de veterinária no Cuanza Sul conta com 18 trabalhadores, dos quais 12 técnicos e seis funcionários administrativos. Controla 147 mil 830 cabeças de gado bovino, 75 mil 308 suínos, 48 mil e 14 ovinos, 141 mil 603 caprinos, 323 equinos, três milhões e 465 mil e 235 aves, 150 asininos, 339 gansos e 188 búfalos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões