Sociedade

ONU denuncia falsas ofertas de emprego

O gabinete da coordenadora residente do Sistema da ONU em Angola desmentiu, segunda-feira, estar a promover cursos na província da Huíla em nome do Conselho Económico e Social das Nações Unidas, alertando, igualmente, para as pessoas não aderirem às falsas ofertas de emprego na Internet.

03/03/2021  Última atualização 11H40
Sistema da ONU em Angola desmente © Fotografia por: DR
Num comunicado distribuído à imprensa, a ONU advertiu que a actividade na Huíla  ou os indivíduos nela envolvidos não estão, de nenhuma forma, afiliados às Nações Unidas, recomendando às pessoas que "ajam com extrema cautela e não respondam a pedidos de transferências de dinheiro, nem concedam informações particulares”.
A nota avisa  que as Nações Unidas não cobram qualquer taxa durante os seus processos de recrutamento, assim como não solicitam informações de indivíduos em relação às suas contas bancárias particulares. Tão pouco oferecem prémios, recursos, certificados ou bolsas académicas através de e-mails, fax ou telefone, a não ser que tais ofertas tenham sido divulgadas por órgãos oficiais.
Recorda, também, que as Nações Unidas não promovem lotarias nem compensam vítimas de fraudes.
Neste sentido. a ONU recomenda às  vítimas dessas solicitações que as denunciem  às autoridades judiciais nacionais para que medidas cabíveis sejam tomadas contra esses grupos de malfeitores que pululam pelas redes sociais.  

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política