Política

Tribunal com mulheres nos principais órgãos

A juíza presidente do Tribunal de Contas (TC), Exalgina Gambôa, designou, sexta-feira, em reunião plenária extraordinária, juíza conselheira Elisa Rangel, como presidente da 2ª Câmara daquele órgão de soberania.

07/03/2021  Última atualização 12H53
Juíza presidente do Tribunal de Contas, Exalgina Gambôa © Fotografia por: DR
Com a indicação da nova presidente da Segunda Câmara, três mulheres passam a liderar os principais órgãos jurisdicionais de um Tribunal Superior, facto inédito no Poder Judicial angolano.
O plenário do TC é dirigido pela presidente do TC, Exalgina Gamboa, a 1ª Câmara pela juíza conselheira Domingas Alexandre e 2ª, por Elisa Rangel, que substitui o juiz Gilberto Magalhães.

De acordo com uma nota do TC, a indicação de Elisa Rangel para presidente da 2ª Câmara foi feita após o empossamento de quatro novos juízes do tribunal, pelo Presidente da República, João Lourenço.
A 1ª Câmara, encarregada da Fiscalização Preventiva dos actos e contratos nos termos da Lei, passa a ser integrada pelos juízes conselheiros Joaquim Mande, Olinda França e Arlete da Conceição, sendo que as duas últimas tomaram posse, na sexta, perante o Presidente da República.
A 2ª Câmara, vocacionada à Fiscalização Sucessiva e Concomitante, é integrada pelos juízes Rigoberto Kambovo, Fausto de Carvalho Simões e José Domingos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política