Cultura

Kiezos e Augusto Chacaya celebram a Paz com show

Os melhores temas da carreira dos Kiezos voltaram a ser ouvidos este final de semana, no palco do Kuimbila Ni Kukina Semba, na rua da Tia Zita, no salão do João Adilson, no Marçal, para celebrar o dia da Paz e Reconciliação Nacional.

06/04/2021  Última atualização 07H30
Os Kiezos voltaram a ser ouvidos © Fotografia por: DR
De regresso às origens, o grupo apresentou vários sucessos e contou com a participação especial de Toíto, da Precol, e Augusto Chacaya, vocalista dos Jovens do Prenda. O espectáculo começou, depois de um ano de inactividade do espaço, com uma singela homenagem ao músico Jivago, falecido em Julho de 2019.

Isaías Afonso e Francisco Miguel, apresentadores do Quintal do Ritmo e Vozes da Banda, programas de referência na divulgação da música angolana, foram os mestres-de-cerimónias. Os Kiezos abriram o concerto com o instrumental "Obrigado meu amigo”, num reportório com temas conhecidos nas vozes de Tony do Fumo, Zecax, Vate Costas e Juventino.

Zé Manico foi o vocalista do concerto e um dos momentos vividos com emoção foi durante a interpretação de "Tita”, com Neto Maradona nos teclados. "Gingololo”, "Ngana Nzambi”, "Kandonga”, "Rosa Rosé”, "Mua Pango”, "Maximbombo”, "Milhorró” e "Princesa Rita”  ajudaram a fazer a festa.

Como convidado, Toíto da Precol realizou o  sonho de cantar com o acompanhamento dos Kiezos, nos temas "Sãozinha” e "Kizua”. O acompanhamento instrumental foi garantido por Hildebrando Cunha, que solou em "Rumba 70”, com os guitarristas Gegé Faria e Zeca Tirilene, Dulce Trindade esteve no baixo, Juca Vicente na bateria e Habana Mayor na percussão. O vocalista e homem da Dikanza, Manuelito, esteve ausente, porque há uma semana perdeu o filho.

Analtino Santos

Jornalista

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política