Opinião

As políticas sociais e o combate à pandemia da Covid-19

Os países estão em crise económica, financeira e sanitária.

13/01/2021  Última atualização 09H12
Todos nós sabemos das consequências desta crise no nosso país, estando o Governo a procurar soluções para tornar menos doloroso o sofrimento de muitas famílias, cujos rendimentos desapareceram, em virtude do aumento do desemprego, causado pela pandemia da Covid-19.

A pandemia da Covid-19, com a qual nenhum governo do mundo contava, gerou graves problemas económicos e sociais, tendo os Estados sido obrigados a mexerem nos seus orçamentos para acudir as despesas extraordinárias, por força da situação de crise causada por uma doença que levou à paralisação de milhares de empresas, com efeitos nefastos nas vidas de milhões de pessoas no mundo.

 Em tempo de crise, são geralmente as pessoas mais vulneráveis que mais sofrem. A pandemia agravou o problema da pobreza no mundo e muitos países não têm recursos financeiros suficientes para mitigar os problemas daquelas famílias que já tinham, antes da pandemia, baixos rendimentos, para sobreviver.

Mas é prioritário que, neste tempo de crise, se preste atenção às pessoas pobres, devendo os Estados cuidar daqueles cidadãos que, por exemplo, perderam os empregos e que dificilmente conseguirão tão cedo novos empregos, em virtude da situação de recessão que abala muitos países.  As politicas sociais são indispensáveis nesta fase de crise, devendo os Estados assegurar aos mais carenciados o mínimo para a sua sobrevivência.

 E o número de carenciados aumentou no mundo, com pessoas que até tinham uma vida estável e que podiam viver do seu salário a recorrer a instituições de assistência social para poderem ter, ao menos, uma refeição, por dia.  São tempos difíceis estes que milhões de pessoas de todos os continentes estão a viver. Há ainda muitas incertezas quanto ao futuro, com países ainda a braços com o aumento de casos de infecções com a Covid-19, o qual está a provocar problemas de atendimento aos doentes por parte dos vários sistemas de saúde, que se estão a revelar incapazes para receber um número elevado de pacientes.

Felizmente temos já várias vacinas no mundo, que podem vir a ajudar no processo de imunização progressiva de milhões de pessoas no globo. Que haja pois solidariedade entre os Estados, para que o acesso às vacinas contra a Covid-19 seja universal. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política